ícone_Kolabe.png

blog do Kolabe

Uma mudança de rotina para a prática do bem.

Conheça o objetivo fundamental da plataforma Kolabe.

Por Olinto Manso Pereira - CEO do Kolabe

Caros Kolabers,

Esse artigo é basicamente para explicar com detalhes qual é a maior razão pela qual estamos desenvolvendo o ecossistema Kolabe. Antes de tudo, você que está chegando agora poderá conhecer detalhes da proposta de valor aqui.

Estamos vivendo uma grande transformação planetária. Aproxima-se uma espécie de “ponto sem retorno”, algo que não pode ser revertido. No mundo da medicina, isso equivaleria a uma célula, tecido ou ser que foi tão fortemente agredido, que suas tentativas de se adaptar ou se curar fracassaram, e que não há nada mais que se fazer do que esperar o fim.

Mas eu mencionei a proximidade deste ponto, não sua chegada.

É hora de cuidarmos da saúde do mundo. Em sentido “lato” (abrangente), estamos falando do meio ambiente, da economia, da política. No sentido “stritu” (profundo), é da saúde física, mental e social dos seres humanos e de toda a teia que se relaciona com ele.

 

Isso tudo para dizer que a felicidade, em um sentido transcendente, espiritual, é o que vai curar o mundo no sentido Lato e Stritu.

Estamos empreendendo uma inciativa que busca o estímulo à felicidade. Obviamente esta é uma palavra subjetiva. Vamos parametrizar o que seria felicidade, no ponto de vista do Kolabe. Esse conceito poderá ser aperfeiçoado por todos os Kolabers, já que somos um ecossistema colaborativo:

  • Para ter felicidade é preciso ter saúde mental;

  • Saúde mental pode ser promovida com evolução da consciência;

  • A evolução da consciência ocorre pela aquisição de conhecimento e autoconhecimento;

  • Aprofundando esse aprendizado, as pessoas descobrem que cometem atos que faziam de forma inconsciente e buscam corrigir;

  • Dentre os atos inconscientes, está o egoísmo;

  • O exercício do não-egoísmo faz florescer atitudes altruístas e não-violentas;

  • Atitudes altruístas despertam mais alegria em quem as pratica do que em quem as recebe. Atitudes não-violentas disseminam práticas políticas cosmoéticas (de relações entre pessoas a relações entre países);

  • Quem recebe bons gestos, pode também ser sensibilizado por uma mudança de atitude, e isso pode se propagar em rede, se estimulado por quem tem consciência da mudança.

Em termos práticos, acreditamos que a prosperidade material é uma das maneiras de promover o bem. E isso deve ser obtido através do trabalho. Mas se o trabalho hoje é praticamente aquele dado pelas empresas e governos, o que chamamos de emprego, fica a pergunta:

Existe trabalho que não seja emprego? Nossa resposta é sim. E o trabalho é muito mais abundante que o emprego.

Trabalho é para nós, tudo aquilo que adiciona valor a algo, ou seja, faz alguma coisa ser mais valorosa, mais preciosa do que era antes, através das mãos e dos pensamentos do ser humano.

Se você está com muita sede e alguém te oferece um copo d´água, matar sua sede tem mais valor do que custou a água. Se o pneu furou na estrada sem nada por perto, a ajuda que te permite rodar de novo é muito mais valorosa do que o eventual emprego de materiais e mão de obra.

Então em um sentido mais amplo, a atitude que mais adiciona valor à sociedade é o auxílio. O auxílio só pode ser realizado na forma de trabalho.

 

Mas e o dinheiro? Não é importante?

É fundamental. Mas a sobrevivência do ser humano só foi possível na natureza pois o homem partilhou valor, antes de o dinheiro existir. O excedente de produção era trocado. Não havia objetos ociosos. Os homens se protegiam enquanto caçavam, e o senso de fraternidade surgiu na inteligência humana por uma questão de sobrevivência. Agora a falta de fraternidade pode estar nos extinguindo.

Auxiliar é dar acesso. Distribuir bens e serviços de forma remunerada ou não, gera valor. Então no fim das contas, promover felicidade é cada um gerar o máximo de valor para o outro.

Mas aí você perguntaria: mas o Kolabe não é uma plataforma comercial?

Minha resposta: claro que sim. Mas para o dinheiro chegar é preciso atividade comercial. Atividade comercial só pode ser promovida nas inter-relações humanas. E quer motivo melhor para iniciar as relações com novas pessoas do que através do auxílio? Auxiliar é estar no mundo e oferecer valor ao outro e à comunidade. Atitudes materiais, intelectuais ou espirituais são trabalho e geram valor. E num ou vários desses encontros, surge o trabalho remunerado, que vai fazer viabilizar a prosperidade material.

Portanto, pessoas que dão de si ou distribuem o acesso a recursos ociosos (materiais ou tempo de trabalho), aumentam suas chances de sentir a felicidade real promovida pelo ato de auxiliar e ainda aumentam as chances de obter prosperidade material.

A plataforma Kolabe quer ajudar a construir em rede, uma rotina de auxílio na vida das pessoas. Uma rotina de ajuda cotidiana, fraternidade, prosperidade e de regeneração do mundo, para que ele se afaste definitivamente de um ponto sem volta, para sempre.

 

Obrigado a todos vocês por embarcarem nessa mudança. Vamos espalhar essa ideia para o mundo.

Recomende no Google

Cadastre-se como

Kolaber Fundador.

Inscreva-se para ser VIP da plataforma com benefícios únicos para os Kolabers fundadores.

Seta rosa.png
era do conhecimento.png