ícone_Kolabe.png

blog do Kolabe

Consumo colaborativo 

Conheça o conceito que está revolucionando o rumo dos negócios

Por Amanda Pereira - Kolaber Colunista

Todos sabemos o que é consumo, mas poucos de nós já ouvimos falar em consumo colaborativo, apesar de ser uma prática que está crescendo constantemente. Mas o que é consumo colaborativo? Como Kolabers, somos unidos por um ecossistema de colaboração. Nada mais justo, então, do que adotar o consumo colaborativo em nosso dia a dia.

 

Por trás do conceito

 

Basicamente, consumo colaborativo refere-se a práticas de consumo baseadas no compartilhamento, troca, venda ou aluguel de produtos e serviços que privilegiam o compartilhamento à posse. O que você consome deixa de ser mais importante do que a maneira como você consome.

 

Portanto, as escolhas de compra não são mais motivadas pelo viés econômico, uma vez que existem outros motivos por trás das decisões de consumo. Mais do que nunca, a história que existe por trás de uma organização torna-se relevante.

 

O produto deixou de ser o único ponto de diferenciação: hoje em dia, os consumidores querem saber o que as empresas pensam, quais suas motivações e seus propósitos.

 

Por dentro dos negócios colaborativos

 

Ao considerar a demanda gerada por consumidores colaborativos, inúmeros negócios vêm surgindo a partir da colaboração e muitos outros estão mudando suas políticas ao lidar com certas práticas corporativas. E como surgiu essa demanda? A partir de um entendimento dos problemas sociais e ambientais do mundo em que vivemos, que agravam-se a cada dia, a divisão substitui o acúmulo.

 

O impacto ultrapassa a forma como vivemos e, também, como fazemos negócios. E é por isso que a Kolabe, a partir de um sistema gamificado e colaborativo, permite a interação dos profissionais usuários sem uma hierarquia de trabalho tradicional.

Consumo colaborativo. Existem três diferentes modelos de transações que podem ser utilizados. Da esquerda para a direita: Business-to-consumer: Os negócios são proprietários dos bens e intermedeiam as relações destes com os consumidores. Peer-to-Peer: Bens e ativos são trocados de pessoa a pessoa. Business-to-Business: Soluções que viabilizam a geração de receitas a partir de recursos ociosos das empresas.

De olho no futuro

 

Atualmente, muitos dos produtos e serviços que mais utilizamos estão associados à economia colaborativa. No final de 2018, o Sebrae reconheceu-a como uma tendência que está, de fato revolucionando o mercado. Para eles, a adesão à tal economia está longe de atingir o ápice e a expectativa é que haja um crescimento global.

Recomende no Google

Cadastre-se como

Kolaber Fundador.

Inscreva-se para ser VIP da plataforma com benefícios únicos para os Kolabers fundadores.

Seta rosa.png
redes e parcerias.jpg